A poucos dias do arranque do Estoril Open, João Zilhão, diretor do torneio de ténis português, concedeu uma entrevista ao SAPO Desporto, onde falou sobre a possibilidade da prova que vai ser disputada em Cascais a partir de sábado, evoluir do atual torneio ATP 250 para ATP 500.

"É muito difícil passar para um ATP 500. Porquê? Porque obrigaria a comprar uma licença existente de torneio ATP 500 de alguma cidade que o queira vender. Uma pessoa não pode chegar ao pé do ATP e dizer 'Eu quero ser um 500'. Isso não funciona assim. É preciso comprar uma licença existente", começou por dizer João Zilhão, acrescentando:

"Eu teria de chegar ao pé de Barcelona, do Dubai ou de Tóquio e perguntar aos promotores desses torneios 'Querem vender a vossa licença?'. Mesmo se que eles quisessem vender as licenças, o que duvido porque ninguém quer vender as licenças que tem, o valor seria astronómico, na casa dos milhões de euros. E seriam precisas muitas dezenas de milhões para comprar um ATP 1000."

O diretor do Millenium Estoril Open disse ainda que não acredita que a economia portuguesa tenha capacidade para comprar um torneio ATP 500, e revelou até que já existiram conversas com as entidades governativas sobre essa situação.

"Eu não acredito que haja na economia portuguesa capacidade financeira de poder comprar um torneio desses. Para além disso, o caderno de encargos seria muito mais dispendioso: o estádio tem de ter mais de mil lugares, as infraestruturas têm de crescer todas, o prize money quase triplica ou quadruplica. O budget para organizar um ATP 500 é três ou quatro vezes superior ao que é o de um ATP 250. Eu acho que um ATP 250 está muito bem adaptado à realidade da economia portuguesa e da importância que o ténis tem no nosso mercado", afirmou.

"As conversas que já tivemos com o Turismo de Portugal e as entidades governativas é de que aquilo que está a ser feito em Cascais está muito bem adaptado à realidade e tem funcionado muito bem. Eu acho que temos conseguido trazer níveis de tenistas e sponsors muito importantes e, às vezes, este evento até parece um ATP 500 tal a qualidade dos jogadores que temos conseguido trazer ao Millenium Estoril Open", concluiu.

O Estoril Open realiza-se de 27 de abril a 5 de maio, no Clube de Ténis do Estoril.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.