Aos 38 nos, Roger Federer continua a ser um dos jogadores mais requisitados pelas marcas. Segundo a revista Forbes, o tenista suíço recebe anulamente uma média de 93,4 milhões de dólares (pouco mais de 85 milhões de euros), valores que fazem de Federer o quinto desportista mais bem pago no Mundo.

Uma grande parte desse valor - 78 milhões de dólares (cerca de 71 milhões de euros) - é proveniente de contratos publicitários que o suíço tem com nove diferentes marcas, que vão desde aviões privados a chocolates.

No topo das marcas que representam Federer está a japonesa Uniqlo, de equipamentos desportivos, que ofereceu 30 milhões de dólares por ano ao tenista para que não renovasse com a Nike. Mas há mais.

As nove marcas que patrocinam Roger Federer:
- Uniqlo (equipamentos desportivos): 30 milhões de dólares (27.3 milhões de euros)
- Moet Chandon (champanhe): 8 milhões de dólares (7.3 milhões de euros)
- Barilla (massa): 8 milhões de dólares (7.3 milhões de euros)
- Rolex (relógios): 8 milhões de dólares (7.3 milhões de euros)
- Sunrise (operador de telecomunicações suíço): 7 milhões de dólares (6.4 milhões de euros)
- NetJets (aviões privados): 6 milhões de dólares (5.5 milhões de euros)
- Mercedes (carros): 5 milhões de dólares (4.6 milhões de euros)
- Lindt (chocolates): 4 milhões de dólares (3.6 milhões de euros)
- Credit Suisse (banco): 2 milhões de dólares (1.8 milhões de euros)

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.