O australiano Nick Kyrgios, atual 37.º do ‘ranking’ mundial, começou a consultar psicólogos para se “fortalecer mentalmente”, anunciou hoje o tenista à imprensa local.

“Comecei a consultar psicólogos a fim de me fortalecer mentalmente. Provavelmente arrastei isto demasiado tempo, mas comecei, sinto-me agora mais livre para falar sobre isso e não preciso mais de o esconder”, disse o australiano, em declarações ao Camberra Times.

Kyrgios, de 23 anos, terminou a temporada em outubro devido a uma lesão no cotovelo, e justificou a decisão de consultar psicólogos por ter lutado “este ano com problemas dentro e fora da quadra”.

Considerado um dos atletas mais promissores do circuito, o australiano sente-se “muito sortudo” por ter uma carreira profissional no ténis e anunciou que está a trabalhar com a sua equipa técnica num “equilíbrio na agenda”, depois de ter terminado precocemente duas épocas devido a lesões.

Kyrgios conquistou em janeiro de 2018 o seu quarto torneio do circuito, em Brisbane, depois de três triunfos em 2016, em Tóquio, em Atlanta e Marselha.

Antigo número 13 na hierarquia mundial, Kyrgios terminou o ano no 37.º posto, e perdeu o estatuto de melhor australiano no ‘ranking’, ao ser ultrapassado pelo jovem Alex De Minaur, 31.º, e por John Millman, 33.º.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.