O tenista português João Sousa mostrou-se hoje "contente com a vitória" frente ao “amigo” argentino Leonardo Mayer, num "encontro difícil de gerir" emocionalmente, e a respetiva qualificação para a segunda ronda do ATP 250 de Genebra, na Suíça.

“Estou contente com a vitória, pois nem sempre é fácil defrontar amigos e o Leo [Mayer], para além de um companheiro de trabalho, é um amigo. Foi um encontro difícil de gerir a nível mental, de ambas as partes, mas conseguimos ambos lutar e deixar a amizade fora do campo e fazer um bom encontro. Estou triste por ele, mas feliz por mim, pela vitória e pelo bom nível de jogo, o que é importante para mim", admitiu vimaranense, que venceu por 6-2, 6-7 (6-8) e 6-4, em duas horas e 15 minutos.

Apesar de um desafio muito equilibrado, o português, 70.º classificado do ‘ranking' mundial, defendeu ter merecido a vitória diante Mayer, um dos seus habituais parceiros de pares.

“No fim, consegui ser melhor. Depois de um primeiro ‘set' em que o Leo não esteve tão bem, o segundo foi muito equilibrado e podia ter caído para o meu lado. O terceiro foi muito disputado, mas consegui fazer um ‘break’ e daí a minha vitória", explicou.

Consumada a qualificação para os oitavos de final, João Sousa vai defrontar na quarta-feira o espanhol Albert Ramos, 91.º colocado na hierarquia ATP, naquele que será o terceiro encontro previsto para o ‘court' central.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.