Novak Djokovic abandonou no início de setembro o US Open, quarto e último ‘Grand Slam’ de ténis da temporada, no terceiro ‘set’ do embate com o suíço Stan Wawrinka, quando perdia por 4-6, 5-7 e 1-2, depois de uma hora e 46 minutos.

O tenista sérvio está a contas com uma lesão no ombro, que admite agora ser mais grave do que se pensava. Em declarações ao RTS, orgão de comunicação sérvio, Djokovic revelou que "não sabe quando vai regressar".

"Espero que seja brevemente. A lesão é mais séria do que pensava e necessito de mais uma semana para ver como vai evoluir.  O ideal seria poder estar em Tóquio mas, agora mesmo não sei", referiu Novak Djokovic.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.