O nadador português José Lopes bateu esta quinta-feira o recorde nacional dos 1.500 metros livres em piscina curta, mas falhou o acesso à final dos Europeus, que estão a decorrer em Glasgow, na Escócia.

Nas eliminatórias da distância mais longa dos Europeus, José Lopes conseguiu uma marca de 14.49,86 minutos, a 14.ª entre os participantes, retirando mais de oito segundos ao recorde nacional.

O anterior máximo cifrava-se em 14.58,18 minutos e pertencia-lhe desde 23 de dezembro de 2018, numa prova disputada em Felgueiras.

Minutos antes, José Lopes tinha conseguido um novo recorde pessoal, nos 400 metros, com 4.09,05 minutos, falhando também a continuidade em prova.

"Nos 400 estilos correu bem e fiz mínimos para os Mundiais, o que me motivou para os 1.500 metros, onde acabei por nadar muito forte, mas sem pressão, o que me deu para superar o recorde nacional absoluto, algo que não pensei possível nestas condições. Claro que senti o esforço das duas provas, mas nem deu para sentir o cansaço", disse o atleta, citado pela Federação Portuguesa de Natação.

Também ficaram de fora das rondas seguintes Raquel Pereira, nos 100 estilos, com 1.03,45 minutos, Francisco Quintas, nos 200 bruços, com 2.09,38, e Miguel Nascimento, nos 200 livres, com 1.44,98.

Ainda esta quinta-feira, às 18:40, Diana Durães disputa a final dos 800 metros.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.