O setor seletivo de Fafe do Rali de Portugal juntou hoje mais de 150 mil pessoas para assistirem à passagem dos carros do Campeonato do Mundo, divulgou o Automóvel Clube de Portugal (ACP).

A especial de Fafe, com 11,18 quilómetros, é uma das mais aguardadas de todo o campeonato, devido ao salto já nos metros finais do troço, e foi percorrida por duas vezes pelos pilotos, com a segunda passagem em regime de ‘power stage', ou seja, distribuindo cinco pontos pelos cinco pilotos mais rápidos.

Fafe acabou por ser nefasta para o finlandês Esapekka Lappi (Citroën C3), que desistiu após embater num morro de terra e partir a suspensão traseira esquerda.

O estónio Ott Tanak (Toyota Yaris), que ganhou o Rali de Portugal pela primeira vez, foi o mais rápido na primeira passagem, enquanto o francês Sébastien Ogier venceu a segunda.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.