Um problema nos travões traseiros do Cadillac de Filipe Albuquerque e João Barbosa na sessão de qualificação atirou a dupla portuguesa para o último lugar dos protótipos nas 24 Horas de Daytona, que se disputam este fim de semana.

Filipe Albuquerque ficou parado logo na volta de saída das boxes, não conseguindo fazer nenhuma volta cronometrada na sessão de qualificação para esta que é uma das provas mais emblemáticas do campeonato americano de resistências.

"Tivemos problemas logo na volta de saída. Reparei que o motor não estava a evoluir e decidi parar. Os travões traseiros começaram a bloquear a roda. É o pior começo de sempre. Mas a corrida é longa", começou por explicar Filipe Albuquerque.

Em declarações à agência Lusa, o piloto de Coimbra mostra-se confiante na recuperação.

"Não condiciona nada [a estratégia]. São 24 horas, temos muito tempo para recuperar. Temos de levantar a cabeça. Vai ser mais giro", concluiu Albuquerque, que faz equipa com o britânico Mike Conway, com o brasileiro Christian Fittipaldi e com o português João Barbosa, que já soma três vitórias nesta corrida, na Mustang Sampling Racing.

Já Pedro Lamy, que divide a condução do Ferrari 488 GT3 da Spirit of Race com o brasileiro Daniel Serra, o canadiano Paul Dalla Lana e o austríaco Mathias Lauda, garantiu o sexto lugar da grelha de partida na categoria GTD.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.