Miguel Oliveira (KTM) admitiu este sábado que o 20.º e antepenúltimo lugar conseguido na qualificação para o Grande Prémio da Alemanha de MotoGP foi um resultado "dececionante".

"Estávamos a ter um sábado muito bom, com um bom resultado na terceira sessão de treinos livres, uma fantástica quarta sessão e com um bom ritmo de corrida, mas não consegui manter o andamento na qualificação", lamentou o piloto português da equipa Tech3.

Oliveira ficou-se pela Q1, a primeira fase de qualificação, com o tempo de 1.21,683 minutos, sendo o pior dos quatro pilotos KTM em pista no circuito alemão de Sachsenring, onde domingo se disputa a nona prova do campeonato.

"Estou dececionado por três pilotos que seguiam atrás de mim terem melhorado os seus tempos à minha custa. Não recebi nenhum aviso de que estava a ser seguido. É um erro que custa e que nos coloca muito atrás na grelha quando tínhamos o potencial de estar muito mais à frente", vincou o almadense.

Miguel Oliveira espera "uma corrida dura", pois "não é fácil ultrapassar nesta pista".

O espanhol Marc Márquez (Honda) vai sair da 'pole position' pela 10.ª vez consecutiva em Sachsenring, onde conquistou a 57.ª 'pole' da sua carreira, ficando a apenas uma do australiano Michael Doohan, que detém o recorde com 58.

Após oito provas realizadas, Miguel Oliveira ocupa a 18.ª posição do Mundial de MotoGP no ano de estreia, com 15 pontos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.