A McLaren apresentou hoje o MCL35, o seu modelo de Fórmula 1 para 2020, com o qual pretende repetir, pelo menos, o quarto lugar da temporada passada e somar pódios em algumas corridas.

A apresentação, que decorreu na sede da escuderia, em Woking, na Inglaterra, contou com a presença do piloto britânico Lando Norris e o piloto espanhol Carlos Sainz, que mostrou vontade de "repetir" o pódio conquistado no Grande Prémio do Brasil de 2019.

O azul e o laranja continuam a ser as cores predominantes, destacando-se ainda o nariz fino, ao estilo dos Mercedes.

"Estamos a viver um grande momento e há que continuar. O pódio no Brasil foi um pouco estranho, mas um grande momento na minha carreira. A ver se conseguimos repetir", comentou o piloto madrileno.

Depois de três anos de parceria infrutífera com a Honda para o fornecimento de motores, o ano de 2018 trouxe a Renault e uma melhoria de resultados, que permitiu à histórica equipa britânica terminar o Mundial de 2019 na quarta posição entre os construtores, atrás de Mercedes, Ferrari e Red Bull.

"Os avanços na pista e a nossa energia renovada e positiva atraíram novos parceiros e fãs. Esperamos ter uma temporada extremamente competitiva. E, embora possamos aproveitar as corridas novamente, continuamos totalmente focados e todos na McLaren continuam sem medo ", disse o presidente executivo da equipa, o norte-americano Zack Brown.

Já Lando Norris apresenta-se "mais confiante" e "melhor preparado" depois de uma primeira época de estreia em que aprendeu "muito".

O Mundial de Fórmula 1 arranca a 15 de março, na Austrália.

*Artigo atualizado e corrigido às 20h00

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.