Os portugueses Filipe Albuquerque e João Barbosa (Cadillac) venceram esta madrugada o GP de Long Beach de resistência do campeonato americano, com 740 milésimos de avanço para o norte-americano Rick Taylor (Acura).

Filipe Albuquerque e João Barbosa partiram da quarta posição da grelha para esta terceira prova do IMSA Weather Tech Sports Car Championship, disputada no traçado citadino de Long Beach, na Califórnia, com uma duração de 100 minutos.

No entanto, a decisão estratégica de parar antes dos adversários, quando faltavam cerca de 40 minutos para o final, para troca de pilotos, revelou-se decisiva.

"Foi um resultado incrível para nós, depois de termos vencido aqui há um ano", destacou o portuense João Barbosa, responsável pelo primeiro turno de condução. "Não tive o melhor arranque e nesta pista é muito difícil ultrapassar", frisou.

Com a antecipação da paragem, Albuquerque conseguiu escapar a algum tráfego e ganhar a vantagem suficiente para vencer. "Nas últimas voltas, os pneus de trás estavam gastos e a traseira andava solta por todo o lado", explicou o piloto de Coimbra, que deixou a dupla formada pelo norte-americano Rick Taylor e o brasileiro Hélio Castroneves (Acura) em segundo, a 740 milésimos de segundo.

O norte-americano Dane Cameron e o colombiano Juan Pablo Montoya (Acura) fecharam o pódio, a 1,133 segundos da dupla portuguesa.

Filipe Albuquerque e João Barbosa estão agora no terceiro lugar do campeonato, com 89 pontos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.