Alexandre Camacho (Skoda Fabia R5) confirmou hoje a vitória no Rali da Madeira, enquanto Bruno Magalhães (Hyundai i20 R5) foi o melhor dos pilotos que disputam o Nacional, na terceira posição.

O piloto madeirense deixou o espanhol José Maria Lopez (Citroën C3 R5), segundo classificado, a 40,3 segundos, com Bruno Magalhães a terminar no terceiro lugar, a 1.08,3 minutos.

A 60.ª edição do Rali Vinho Madeira foi dominada pelo piloto insular, que venceu 13 das 19 classificativas disputadas e igualou o recorde de Américo Nunes, ao triunfar pela terceira vez consecutiva na prova organizada pelo Club Sports Madeira.

Para além de pontuar para o International Rally Trophy e para o Regional madeirense de ralis, esta prova era também a sexta ronda do Campeonato Nacional e, aí, foi Bruno Magalhães a conseguir o triunfo pela primeira vez esta época.

O piloto da Hyundai deixou José Pedro Fontes (Citroën C3 R5) a 34,3 segundos, com Armindo Araújo na terceira posição, já a 1.57,3 minutos do companheiro de equipa.

O líder do campeonato, Ricardo Teodósio (Skoda Fabia R5), acabou por subir ao sexto posto final, depois de uma penalização de dois minutos imposta a Miguel Correia (Ford Fiesta R5), mantendo o comando do Nacional.

Teodósio soma 119,18 pontos, contra 104,44 de Araújo e 93,38 de Magalhães.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.