O francês Sébastien Loeb (Citroën DS3) venceu hoje, pela nona vez na sua carreira, o Rali da Alemanha, nona prova do campeonato do Mundo, batendo os finlandeses Jari-Matti Latvala (Ford Fiesta) e Mikko Hirvonen (Citroën DS3).

Com o 74.º triunfo no currículo, o gaulês consolidou a liderança do campeonato do Mundo, à frente de Hirvonen, e está cada vez mais perto do nono título, quando faltam disputar quatro provas.

Dominador desde o primeiro dia, Loeb agarrou a liderança na classificativa inaugural e não voltou a deixar o comando até final, manifestando a sua mestria especialmente no sábado, dia em que beneficiou de uma série de erros dos adversários, nomeadamente o norueguês Petter Solberg, o belga Thierry Neuville e o espanhol Daniel Sordo.

«O Rali da Alemanha, é uma corrida em que é fácil cometer erros. Muitos pilotos fizeram. É um rali traiçoeiro, de estradas estreitas. É preciso saber encontrar o ritmo, atacar quando é preciso, mas também saber gerir em certos momentos. Nós fomos muito regulares, sem cometer erros desde o início. Fiz uma corrida limpa. O resultado está aí», afirmou Loeb.

Latvala também não escapou a algumas falhas e terminou a jornada de sábado a 1.42 minutos do alsaciano, uma diferença que Loeb ampliou para dois minutos nas três especiais do último dia, enquanto Hirvonen terminou a 2.31.

Vencedor de nove das 15 classificativas do rali, o piloto da Citroen terminou a prova com o melhor tempo na "Power Stage", a especial que fechou a competição nas ruas de Trier.

A próxima prova do Mundial, o Rali da Grã-Bretanha, realiza-se de 13 a 16 de setembro, em Cardiff, no País de Gales.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.