A União Europeia (UE) considerou hoje que a Federação Internacional de Patinagem de Velocidade (ISU) viola as regras de concorrência e deu ao organismo 90 dias para mudar a sua política.

Em causa estão punições severas impostas a patinadores que participem em provas que não são organizadas sob a égide da federação e que impedem o surgimento de competições independentes.

O executivo comunitário, que deu ao organismo um prazo de 90 dias para alterar as suas normas, não impôs qualquer multa, mas advertiu que serão aplicadas sanções económicas caso não haja alteração de políticas.

A comissária europeia Margrethe Vestager considerou que a federação “impõe penalizações sérias aos patinadores para proteger os seus próprios interesses comerciais e evitar que sejam criados novos eventos”.

A ISU é reconhecida pelo Comité Olímpico Internacional como o organismo que tutela a patinagem no gelo: artística e de velocidade.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.