Ricardo Lopes conquistou hoje o título de campeão nacional de snowboard cross, ao bater o irmão Guilherme Lopes, segundo classificado, e Pedro Matos, terceiro.

Na competição realizada na Estância da Serra da Estrela Pedro Herdeiro, atleta paralímpico internacional, participou também na prova e, no escalão para mais de 40 anos foi o terceiro a cruzar a meta.

Este ano, o setor feminino contou apenas com atletas dos escalões de formação.

As ausências foram explicadas por Pedro Flávio, vice-presidente da Federação de Desportos de Inverno de Portugal, com a incerteza sobre a realização da competição, já adiada em março, e com o período de férias da Páscoa.

"Havia quem achasse que os campeonatos já não se iam fazer e nesta altura há muita gente de férias", frisou o dirigente.

O snowboard cross consiste na descida da pista com curvas e obstáculos, em eliminatórias. As provas de slopestyle e slalom gigante não foram agendadas, porque a quantidade de neve era suficiente.

A realização desses campeonatos fica dependente das condições atmosféricas e da queda de mais neve.

"No ano passado fizeram-se em 28 de abril, ainda mais tarde do que este ano. Depende se nevar em quantidade suficiente. Vamos ver se ainda é possível", acrescentou Pedro Flávio.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.