A NFL, Liga Profissional de Futebol Americano dos EUA, encontra-se, como grande parte das principais competições desportivas não só naquele país, como no mundo, suspensa. Mas isso não tem impedido algumas das estrelas da prova de darem que falar - e pelos piores motivos - em tempos de quarentena e isolamento social devido à COVID-19.

Que o digam, por exemplo, Ed Oliver, Cody Latimer, DeAndre Baker e Quinton Dunbar.

Oliver, jogador dos Buffalo Bills, foi preso no passado fim-de-semana depois de ser apanhado a conduzir alcoolizado e de ter consigo, ilegalmente, uma arma. De acordo com relatos da imprensa local, um condutor avisou as autoridades de que Oliver transportava uma cerveja aberta entre as pernas enquanto conduzia. Detido, as análises ao sangue comprovaram uma taxa de alcoolemia superior ao legal.

Galeria: Douglas Costa, Neymar ou Benzema. Veja alguns dos jogadores que furaram a 'quarentena' até ao momento
Galeria: Douglas Costa, Neymar ou Benzema. Veja alguns dos jogadores que furaram a 'quarentena' até ao momento
Ver artigo

O jogador, que se estreou na NFL em 2019 e é visto como um dos atletas com mais futuro na sua equipa, foi entretanto castigado pelos Bills e a própria NFL deverá aplicar-lhe uma suspensão de vários jogos quando a competição for retomada.

Mas Oliver não foi o único a portar-se mal neste período. Os jogadores DeAndre Baker, dos New York Giants, e Quinton Dunbar, dos Seatlle Seahawks, entregarm-se sábado à polícia da Flórida, perante acusações de assalto à mão armada.

Baker enfrenta ainda quatro acusações de assalto agravado, relacionado com um incidente ocorrido numa festa há cerca de uma semana. "Confirmo que DeAndre se entregou esta manhã. Acreditamos no sistema e acreditamos que o assunto se resolverá adequadamente", adiantou o advogado do atleta.

De acordo com os advogados de Baker, que está há uma temporada nos Giantes, e Dunbar, recentemente escolhido no 'draft' pelos Seahwks e que ainda não teve oportunidade de se estrear na NFL, ambos os jogadores dizem ter testemunhos que provam que não fizeram aquilo de que são acusados pela polícia.

As detenções de jogadores da NFL nos últimos tempos não se ficam por aqui. Cody Latimer, dos Washington Redskins, foi preso na madrugada de sábado no Colorado, acusado de múltiplos delitos depois de a policia acorrer a uma casa, alertada para vários disparos aí ocorridos. Tudo se terá passado durante um jogo de poker caseiro.

Latimer, de 27 anos, enfrenta agora acusações de assalto em segundo grau, ameaça à integridade física e posse ilegal de arma. Foi libertado após pagar uma caução de 25 mil dólares e a sua equipa, os Redskins, por quem assinou em março último por uma temporada a troco de um milhão de dólares depois de quatro temporadas nos Denver Broncos, já assegurou em comunicado estar "consciente da situação e a reunir informações sobre a mesma".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.