Portugal tem, neste momento, um total de oito medalhas nos II Jogos Europeus, em Minsk. O único ouro até ao momento pertence a Carlos Nascimento, nos 100 metros, tendo a seleção lusa arrebatado ainda quatro medalhas de prata e três de bronze.

Num formato novo – e sem que os melhores atletas compitam diretamente ou sob as mesmas condições – o atletismo viu Carlos Nascimento garantir o ouro nos 100 metros, no último domingo. O português, que fez apenas uma corrida, foi informado que foi o mais rápido de entre os atletas das quatro séries de seis equipas que competiram todo o dia, ficando no primeiro lugar, com o tempo de 10,35 segundos.

Também no atletismo, Ricardo dos Santos, Cátia Azevedo, João Coelho e Rivinilda Mentai tiveram conhecimento do seu bronze (estafeta mista) pouco depois de correrem os 4x400, após uma prova em 3.19,63. As duas melhores marcas foram alcançadas pela Ucrânia, com 3.17,31, e República Checa, com 3.19,05.

Portugal também esteve em destaque na ginástica acrobática. No sábado, Bárbara Sequeira, Francisca Maia e Francisca Sampaio Maia conquistaram a primeira medalha da prova para o nosso país, alcançando o bronze na prova de equilíbrio. O trio somou 28,520 pontos, ficando atrás do ouro da anfitriã Bielorrússia, com 29,520, e da prata da Bélgica, com 29,230.

As três ginastas voltariam a estar em destaque poucas horas depois, ao arrebatarem a medalha de prata no exercício dinâmico, somando um total de 28.740 pontos, atrás da Bélgica, com 28.830, e à frente da anfitriã Bielorrússia, com 28.090.

No domingo, Bárbara Sequeira, Francisca Maia e Francisca Sampaio Maia conquistaram mais uma medalha de prata, desta feita no exercício combinado. Com um exercício a roçar a perfeição, a Bélgica terminou com 29.960 pontos, enquanto Portugal ficou com 29.110 e a Bielorrússia com 29.060, no terceiro lugar. Com um total de três pódios, o trio do Acro Clube da Maia bateu o registo do canoísta Fernando Pimenta, que em Baku2015 somou duas ‘pratas’, em K1 1.000 e 5.000 metros.

No judo, Telma Monteiro conquistou, no sábado, a medalha de bronze na categoria de -57 kg. A judoca do Benfica venceu a holandesa Sanne Verhagen, por 'waza-ari', somando assim a 13.ª medalha em outras tantas participações na principal competição continental, já que, no judo, os Jogos Europeus valem como Campeonato da Europa.

Já nesta terça-feira, a seleção portuguesa de judo conquistou a medalha de prata na competição mista, ao perder na final com a Rússia por 4-3.

Portugal chegou a 3-0, com os triunfos de Bárbara Timo (-70 kg), Anri Egutidze (-90 kg) e Rochele Nunes (+78 kg), mas, depois, Jorge Fonseca (+100 kg), Telma Monteiro (-57 kg) e Jorge Fernandes (-73 kg), por duas vezes, a última no desempate, perderam.

Minsk2019: Pimenta e K4 500 masculino e feminino nas finais da canoagem
Minsk2019: Pimenta e K4 500 masculino e feminino nas finais da canoagem
Ver artigo

No mesmo dia, Nelson Oliveira venceu a medalha de prata no contrarrelógio individual de ciclismo de estrada, ao terminar a prova atrás do bielorrusso Vasil Kiryienka.

O ciclista, de 30 anos, cumpriu os 28,6 quilómetros do 'crono' em 33.31 minutos, mais 28 segundos do que Kiryienka. O checo Jan Barta terminou no terceiro posto, em 33.40.

De referir que Portugal ainda pode conquistar uma medalha hoje, com Diogo Ganchinho a disputar a final da prova de trampolins, com o segundo melhor desempenho em Minsk.

Amanhã será a vez de Fernando Pimenta disputar a final de K1 1.000, a partir das 08 horas (em Portugal continental). Já o quarteto composto por David Varela, Emanuel Silva, João Ribeiro e Messias Baptista vai lutar por uma medalha na final dos K4 500 - às 08h10 de quarta-feira. Joana Vasconcelos, Teresa Portela, Francisca Laia e Francisca Carvalho participam na mesma prova, mas em femininos, às 09h05.

Na quinta-feira, Fernando Pimenta disputa a final direta de K1 5.000, às 14h30.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.