O campeonato do mundo de canoagem de mar, previsto para 1 a 6 de setembro em Esposende e Viana do Castelo, foi hoje cancelado pela federação internacional (ICF) devido à pandemia de covid-19.

“Dadas as atuais condicionantes provocadas pela pandemia da covid-19, o organismo internacional entendeu, em conjunto com a organização local, Federação Portuguesa de Canoagem (FPC) e a Nelo, ser esta a melhor solução para o momento atual”, explica a FPC.

Portugal contabiliza pelo menos 1.579 mortos associados à covid-19 em 42.454 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Apesar deste cancelamento, a federação e a Nelo, o maior construtor mundial de caiaques de competição, sedeada em Vila do Conde, estão a ponderar a possibilidade de, nas mesmas datas, organizarem uma competição de canoagem de mar, estando, no entanto, esta decisão “sempre dependente do aval das autoridades de saúde nacionais”.

A Federação Internacional de Canoagem cancelou também os mundiais de slalom sub-23 e de juniores agendado para abril de 2021 na Nova Zelândia.

O congresso anual da ICF, previsto para dezembro de 2020, em Manila, nas Filipinas, foi adiado para março ou abril.

Apesar dos diferentes cancelamentos de distintas provas em diversas especialidades da canoagem, decididos em várias fases desde março, a ICF espera manter algumas provas, como as Taças do Mundo de slalom na Eslovénia em outubro e em França em novembro.

Do mesmo modo, as Taças do Mundo de velocidade e paracanoagem em setembro na Hungria e a de águas bravas em outubro em Espanha persistem, para já, no calendário.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.