O chefe da agência antidopagem russa considerou hoje que o país deve esperar ser impedido de participar nos Jogos Olímpicos de 2020 e 2022 devido à falsificação de dados transmitidos à Agência Mundial Antidopagem.

"A equipa olímpica da Federação Russa será privada de participar nos Jogos Olímpicos de Tóquio, e acho que será o caso também da China (nos Jogos de Inverno de 2022). Os atletas não participarão com a sua bandeira em Tóquio. É o que eu acho", declarou Iouri Ganous numa entrevista à Agência France Presse, denunciando o papel das autoridades na manipulação de um banco de dados antidoping.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.