Moçambique bateu hoje o Egito por 12-2, em jogo da segunda jornada do Campeonato Africano de hóquei em patins, que decorre em Luanda, decidindo domingo contra Angola quem será o representante de África no Mundial de julho, em Barcelona.

Ao intervalo, os moçambicanos já venciam por 10-0, tendo abrandado o ritmo na segunda parte, uma vez que no domingo vão defrontar Angola, que na primeira jornada goleou os egípcios por históricos 30-0.

Mário Rodrigues, com cinco golos, foi o melhor marcador do encontro, em que os egípcios marcaram os dois golos por Khaled Ahmed, que permitiu um parcial de 2-2 na segunda parte, durante o qual Moçambique utilizou jogadores menos experientes para poupar os habituais titulares para a final.

O primeiro Campeonato Africano das Nações, que qualifica um país para o Mundial que vai decorrer e Barcelona (Espanha), entre 07 e 17 de julho, está a ser disputado apenas por três seleções, face à desistência da África do Sul, que alegou "questões de ordem logística e financeira".

A competição apura o primeiro classificado para o Campeonato do Mundo do Grupo A, o segundo para o Campeonato do Mundo do Grupo B (Taça Intercontinental) e o terceiro para a Taça Sollange.

As três provas serão disputadas em simultâneo em Barcelona, uma inovação da Federação Internacional de Patinagem, implementada desde a edição de 2017, na China, onde Angola obteve a sua melhor classificação de sempre, ao terminar no quinto lugar.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.