A Federação de Patinagem de Portugal (FPP) abriu hoje um procedimento disciplinar ao FC Porto, na sequência de incidentes ocorridos na receção ao Sporting, em 16 de março, para a 20.ª jornada do nacional de hóquei em patins.

"Em reunião do Conselho de Disciplina da Federação de Patinagem de Portugal, do dia 20 de março de 2019, deliberou este Conselho a instauração de processo disciplinar ao FC Porto, face à gravidade indiciária dos alegados factos trazidos ao seu conhecimento, no âmbito do jogo realizado no passado dia 16 de março”, escreveu em comunicado a FPP.

A federação indica ainda que os ‘dragões' já foram notificados do procedimento disciplinar e da respetiva nota de culpa.

No sábado, o diretor-geral das modalidades do Sporting, Miguel Albuquerque, queixou-se de ter sido agredido "por uma pessoa com a camisola do FC Porto" no fim da primeira parte do jogo entre as duas equipas, tendo responsabilizado o diretor do andebol dos ‘dragões', José Magalhães, e o administrador da SAD portista, Adelino Caldeira, apelidando-os de "os verdadeiros culpados das agressões".

Dois dias depois, o clube nortenho identificou o adepto em causa e transmitiu essa informação às autoridades policiais, lamentando que Miguel Albuquerque "tenha tecido considerações falsas sobre a natureza das intervenções de dirigentes e funcionários" do FC Porto "na zona em que ocorreu uma lamentável zaragata entre adeptos".

No mesmo dia, em conferência de imprensa, o presidente do Sporting, Frederico Varandas, afirmou ter recebido um pedido de desculpas por telefone por parte do líder do FC Porto, Pinto da Costa, mas adiantou que isso “não chega”, acrescentando que “os agressores têm de ser banidos e os dirigentes, se forem cúmplices, têm de ser expulsos”.

O FC Porto assumiu no sábado a liderança isolada do nacional de hóquei em patins, ao derrotar em casa o Sporting, por 3-1, em encontro da 20.ª jornada, conquistando uma vantagem de três pontos sobre os campeões nacionais na luta pelo título.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.