O diretor técnico nacional da Federação Portuguesa de Patinagem, Nuno Ferrão, admitiu hoje que espera "respostas positivas às soluções apresentadas" na reunião com a Direção-Geral da Saúde (DGS), na sexta-feira, para desbloquear o regresso das modalidades de pavilhão.

As federações de andebol, basquetebol, patinagem (hóquei em patins), futebol (pelo futsal) e voleibol submeteram à DGS um documento conjunto para o regresso das modalidades, e as expectativas do dirigente são positivas, mas "é preciso aguardar"

"Todas as federações estão em uníssono na elaboração de medidas que permitam o regresso às competições. Apresentámos uma estratégia e amanhã (sexta-feira) vamos reunir para receber as respostas a tudo o que apresentámos. Neste momento estamos a aguardar", admitiu à agência Lusa.

Nuno Ferrão esclareceu que, em cima da mesa, está um regresso faseado das competições, seguindo as normas impostas pela DGS.

"Prevemos o regresso em três fases. O primeiro momento já está a acontecer, que passa por treinos com distanciamento obrigatório e outras restrições. A segunda fase passará por ter treinos sem restrições e a terceira fase é o retorno às competições", esclareceu.

O protocolo para a retoma das modalidades de pavilhão foi elaborado conjuntamente pelos presidentes, diretores técnicos e médicos das federações, que pretendem o regresso das competições seniores a partir da terceira semana de agosto.

Dessa intenção, desde que haja autorização da DGS, as federações já deram conhecimento ao secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, e ao presidente do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ), Vítor Pataco.

As medidas de desconfinamento devido à pandemia de covid-19 permitiram a retoma da atividade desportiva ao ar livre e das competições de modalidades individuais, sujeitas ao cumprimento das regras sanitárias da DGS.

De fora continuam as modalidades coletivas de pavilhão, às quais apenas é permitido o treino individual dos atletas, com restrições e mantendo o distanciamento social e sem partilha de bola.

As federações reúnem-se na sexta-feira com a DGS, no mesmo dia em que está prevista uma audiência conjunta do Comité Olímpico de Portugal, Comité Paralímpico de Portugal e Confederação do Desporto de Portugal na Assembleia da República.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.