Guillem Casbestany foi muito corrosivo para com a arbitragem do Benfica 4-3 FC Porto, jogo da 4.ª jornada do nacional de hóquei em patins. Em declarações à TVI 24, logo após o final da partida, o técnico catalão não teve 'papas na língua'.

"A maior vergonha a que assisti em toda a minha vida numa pista de hóquei em patins. Uma vergonha para o hóquei em patins, estragaram o maior espetáculo. Isto foi uma merda, uma merda para o mundo do hóquei em patins", disse o espanhol na zona de entrevistas rápidas.

Já na conferência, um pouco mais calmo, o treinador do FC Porto continuou nas críticas à arbitragem.

"Ter conseguido chegar ao final do jogo empatados a três é um monumento para colocar na história do FC Porto, foram três anos e meio a ouvir muitos rumores de que todo o mundo do hóquei se queixa da arbitragem. O quinto jogo aqui na Luz, média de bolas paradas é de 5,5, uma média de 3,5 cartões azuis; este ano somámos o recorde mundial de cartões azuis, foi um jogo de simulações.  Os jogadores merecem uma estátua por estarem até último segundo aqui na Luz. É impossível analisar o resultado de hoje. Foi tudo menos um jogo de hóquei. É um escândalo!!!  Os jogadores estão revoltados", atirou.

Já o técnico do Benfica foi mais diplomático, sublinhando que a sua equipa mereceu vencer mas que o FC Porto não merecia perder.

"Foi um jogo atípico, com muitas faltas desde o início e um critério muito curto na amostragem dos cartões. Com duas equipas desta qualidade há que ter muito controlo. Acredito que houve erros que penalizaram as duas equipas. Sou humilde, o Benfica não merecia ganhar. Ou melhor, o Benfica merecia ganhar mas o FC Porto não merecia perder", disse Pedro Nunes, técnico dos 'encarnados', em declarações à TVI 24.

O jogo foi decidido no derradeiro segundo com um golo de Carlos Nicolia. Além disso, a partida ficou marcada pela amostragem de 12 cartões azuis, algo pouco visto num jogo de hóquei em patins: desses 12 cartões, oito foram para jogadores do FC Porto e quatro para jogadores do Benfica.

Os 'encarnados' chegaram a vencer por 3-1, com golos de Jordi Adroher, Lucas Ordoñez e Albert Casanvas. Rafa tinha empatado a partida a um golo. Um bis de Gonçalo Alves empatou o encontro que foi frenético nos derradeiros segundos. Hélder Nunes teve a vitória no stcik mas desperdiçou um livre direto.

No último segundo Carlos Nicolia fez o 4-3 e deu a liderança ao Benfica, que lidera a par do Sporting, com 10 pontos. O FC Porto caiu para o 3.º posto com nove pontos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.