O italiano Francesco Molinari assumiu sozinho o comando do Masters de golfe, no sábado, ao totalizar 66 pancadas na terceira volta ao campo do Augusta National, na Geórgia, Estados Unidos.

Molinari lidera o primeiro 'major' do ano com 203 pancadas, 13 abaixo do par, e duas de vantagem sobre os norte-americanos Tiger Woods, que marcou 67, e Tony Finau, um dos três jogadores que completaram os 18 buracos do dia com apenas 64 golpes (oito abaixo).

Com seis 'birdies' (uma pancada abaixo do par) - nomeadamente quatro consecutivos entre os buracos 12 e 15 -, Molinari foi o mais consistente do quinteto que tinha terminado a segunda volta na frente e parte na melhor posição para tentar vencer o seu segundo torneio do 'grande slam', depois do triunfo no British Open em 2018.

Tiger Woods, que compensou um 'bogey' (uma acima) com seis 'birdies', apresenta-se também em situação privilegiada para alcançar a quinta vitória em Augusta (1997, 2001, 2002 e 2005), embora o último dos seus 14 triunfos em 'majors' tenha sido em 2008.

Aos 43 anos, Woods ostenta também três vitórias no US Open (2000, 2002 e 2008), três o British Open (2000, 2005 e 2006) e quatro o PGA Champioship (1999, 2000, 2006 e 2007).

Finau, que fez 71 pancadas no primeiro dia e 70 no segundo, é o 'convidado' inesperado desta disputa, depois de entregar um cartão de 64, graças a seis 'birdies' e um 'eagle' (duas abaixo) no oitavo buraco (par 5).

O desempenho permitiu-lhe saltar para o segundo lugar, a par de Woods, com uma pancada de vantagem sobre o norte-americano Brooks Koepka (206) - um dos líderes na véspera e cencedor do US Open e do PGA Championship no ano passado.

Na quinta posição, a três pancadas do líder, seguem o norte-americano Webb Simpson e o inglês Ian Poulter (207).

Simpson e o compatriota Patrick Cantlay foram os outros dois golfistas que contribuíram para o facto de inédito de três jogadores terem completado a mesma volta em Augusta com 64 pancada ou menos. O recorde do campo é 63.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.