Ciro, jogador de futsal do Burinhosa, recorreu às redes sociais para denunciar que foi alvo de insultos racistas este sábado, no jogo frente ao Modicus, para a Taça de Portugal.

"Venho manifestar a minha tristeza e indignação sobre o ocorrido hoje no jogo entre Burinhosa e Modicus no Pavilhão de Sandim para a Taça de Portugal, onde, prestes a completar 12 anos no país como cidadão português, passei pelo cenário de racismo, onde a torcida da equipa adversária se manifestava e gritava de forma desrespeitosa e preconceituosa com xingamentos de macaco na minha direção no final do jogo", pode ler-se na nota publicada por Ciro.

O atleta salienta que "as autoridades competentes nada fizeram, ignorando o mal feito e a total falta de respeito".

"O racismo é crime e o meu profissionalismo não interfere na minha cor, raça ou nacionalidade. Respeito é o que qualquer pessoa merece", rematou o jogador.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.