Esta quarta-feira, na meta instalada em Katowice, na Volta à Polónia, Jakobson (Deceuninck-Quick Step) abordou o 'sprint' final em condições de ganhar, mas foi empurrado pelo rival Dylan Groenewegen (Jumbo-Visma), que, com um encosto de bicicleta e uma cotovelada, fez com que se estatelasse nas barreiras de proteção.

O ciclista holandês acabaria por ser operado e está neste momento em coma induzido. Já Dylan Groenewegen quebrou o silêncio nas redes sociais sobre o sucedido.

"Não consigo parar de pensar no Fabio e no que aconteceu ontem [quarta-feira]. Não encontro palavras para descrever o que sinto por ele e por todos os que caíram ou foram atingidos. Neste momento o mais importante é a saúde do Fabio", escreveu Groenewegen.

A segunda etapa da Volta a Polónia decorrerá hoje, numa distância de 151 quilómetros entre Opole e Zabrze.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.