Emanuel Duarte, ciclista da LA Alumínios/ LA Sport, venceu isolado na Sertã a primeira etapa da Volta a Portugal do Futuro, com 44 segundos de avanço sobre um pequeno grupo, encabeçado por Fábio Costa, da Oliveirense.

A etapa, 115,6 quilómetros com partida e meta na Sertã (quatro voltas a um circuito), fica igualmente marcada pelo acidente do jovem ciclista espanhol Pablo Sanchez, de 18 anos, que corre pela Kuota e caiu na descida para a Ribeira da Sertã, junto à Ponte das Cabras.

Foi levado para os Hospitais da Universidade de Coimbra, a partir do campo de futebol do Vitória de Cernache.

Já referencenciado desde a Volta a Portugal de profissionais, onde foi o melhor jovem, Emanuel Duarte tem não só a camisola amarela, como a camisola Branca, distinção para o melhor por pontos, e ainda a castanha, que distingue o melhor trepador desta competição para ciclistas sub-23.

"Foi um pequeno contrarrelógio até à meta", explicou no final o portimonense, que se escapou a meio da etapa a fuga em que estava integrado. "A parte final foi dura, era um terreno muito chato, muito sobe e desce e sentia-se o vento. Tive de controlar muito o esforço, mas sempre a dar o máximo para ganhar tempo pensando nas três etapas que faltam", vincou.

Na sexta-feira, estão na agenda 168,2 quilómetros que vão levar a competição a Abrantes, cidade de onde parte e onde chega o pelotão depois de uma incursão em Ponte de Sor e terras ribatejanas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.