O alemão Emanuel Buchmann (BORA-hansgrohe) venceu hoje isolado a quinta e penúltima etapa da Volta ao País Basco em bicicleta e arrebatou a liderança da prova ao seu colega e compatriota Maximilian Schachmann.

Buchmann destacou-se a cerca de 20 quilómetros e resistiu à perseguição na subida de primeira categoria que antecedeu a chegada, para concluir os 149,8 quilómetros entre Arrigorriaga e Arrate em 3:44.14 horas, com 1.08 minutos de vantagem sobre o espanhol Ion Izagirre (Astana), o britânico Adam Yates (Mitchelton-Scott) e o dinamarquês Jakob Fuglsang (Astana).

O avanço foi suficiente para chegar à camisola amarela e negar as pretensões do corredor basco, que partiu para a tirada no terceiro lugar, com 52 segundos de atraso para Schachmann, e que agora se instalou na segunda posição, a 54 segundos do novo líder.

Vencedor do contrarrelógio inaugural e de mais duas etapas, Schachmann sentiu as dificuldades do percurso de hoje e terminou a tirada em nono, a 2.04 minutos de Buchmann, e caiu para o terceiro posto, a 1.04 do seu companheiro de equipa.

Dos três portugueses, Amaro Antunes (CCC), 64.º na etapa, e José Gonçalves (Katusha-Alpecin), 99.º, terminaram a 20.58 minutos do vencedor, enquanto Ruben Guerreiro (Katusha-Alpecin) foi 110.º, a 22.16. Guerreiro caiu nove lugares, mas continua a ser o melhor luso na geral, agora em 45.º, a 25.01 de Buchmann, Gonçalves está em 79.º, a 38.46, e Antunes em 88.º, a 43.15.

Buchmann está agora separado do triunfo final pelos 118,2 quilómetros da sexta e última etapa, que se disputa no sábado, com partida e chegada em Eibar, e tem duas contagens de montanha de primeira categoria e uma de segunda a 15 quilómetros da meta.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.