O ciclista António Carvalho, que alinhava na W52-FC Porto, vai representar a Efapel em 2020 e 2021, com o objetivo de ajudar o líder Jóni Brandão na luta pela vitória na Volta a Portugal, anunciou hoje a equipa.

“Será com muito gosto e motivado que irei representar a Efapel. Irei dar o meu melhor e continuar a evoluir para poder alcançar os objetivos que a equipa me propôs, bem como, ajudar a equipa a alcançar o maior número de vitórias possíveis”, disse António Carvalho.

O ciclista, de 30 anos, neto de Joaquim Carvalho e sobrinho de Fernando Carvalho, vencedor da Volta a Portugal em 1990, será um dos homens fortes da estrutura liderada por Rúben Pereira, deixando o FC Porto ao fim de cinco épocas.

António Carvalho assume-se como um corredor completo, que gosta de corridas com etapas de montanha e de correr ao ataque, pretendendo evoluir no contrarrelógio. Foi vencedor do Grande Prémio Jornal de Notícias por duas vezes (2015 e 2018) e terceiro no Nacional de estrada e de contrarrelógio, em 2019.

“É um corredor português bem conhecido de todos, com uma enorme qualidade e peso no pelotão nacional e que vai ter também um importante papel no conjunto liderado por Rúben Pereira”, refere a Efapel, acrescentando que fará uma “bela dupla” com Joni Brandão.

De acordo com a Efapel, que há dois dias anunciou a contratação de Tiago Machado, ex-ciclista do Sporting-Tavira, António Carvalho é o penúltimo corredor a integrar a equipa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.