O clássico no Dragão Caixa que deu esta quarta-feira o título de campeão nacional de basquetebol ao Benfica continua a incendiar os ânimos entre águias e dragões.

Depois das respostas do lado do clube da Luz, pela voz de Luís Filipe Vieira e Carlos Lisboa, é a vez de Nuno Marçal apontar também o dedo ao treinador do Benfica pela alegada atitude provocatória no final do jogo, que os encarnados venceram por 53-56. 

«O comportamento do treinador do Benfica foi simplesmente vergonhoso, inqualificável. Ganhámos o 4.º jogo na Luz e não houve incidentes, pois tive o cuidado de, a um minuto do fim, dizer aos atletas que íamos ganhar, e que íamos apenas fazer o grito e dirigirmo-nos logo para o balneário», disse o capitão dos dragões. 

Em declarações ao Porto Canal, o veterano jogador de 36 anos pediu «respeito» pelos dragões. «A única coisa que lhe disse é que tinha de ter respeito na casa do FC Porto. Foi campeão nacional, mas não vai ter os parabéns da minha parte, porque não merece. O que ele fez aqui foi incendiar o ambiente. Todos o qualificam como o melhor jogador português de sempre mas, como treinador, foi uma vergonha», atirou.

«Foi um quinto jogo fantástico, com uma moldura humana muito boa. As duas equipas com excelente comportamento. Se estava orgulho da nossa massa associativa, hoje estou ainda mais. Deram apoio do primeiro ao último minuto», concluiu.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.