A Federação Portuguesa de Atletismo (FPA) e a Câmara Municipal de Ílhavo manifestaram “profundo pesar” pela morte da antiga atleta Teresa Machado, que morreu hoje, aos 50 anos, devido a doença prolongada.

“Ficámos mais tristes e mais pobres. É com profundo pesar que partilhamos a partida cedo demais de Teresa Machado. Descansa em Paz, campeã”, refere a FPA, através da rede social Facebook.

Numa outra nota, divulgada na página oficial na internet, a FPA afirma que “a lançadora da Gafanha da Nazaré pereceu após longa luta pela vida”, lembrando que Teresa Machado “foi a primeira lançadora de grande nível internacional que o atletismo português conheceu”.

Por seu lado, a Câmara Municipal de Ílhavo, de onde a ex-atleta era natural, também manifesta “profundo pesar pelo falecimento” de Teresa Machado, salientando que o município de Ílhavo “perde, hoje, uma das suas maiores referências do desporto, não só local, como nacional e internacional”.

A antiga atleta Teresa Machado morreu hoje aos 50 anos, anunciou o Sporting numa mensagem nas redes sociais, considerando que foi a “melhor lançadora de todos os tempos”.

“O Sporting Clube de Portugal manifesta o seu pesar pela morte de Teresa Machado, atleta de excelência, melhor lançadora portuguesa de todos os tempos, que ganhou tudo quanto havia para ganhar em Portugal e acumulou recordes, tanto no disco como no peso, além de ter representado Portugal nos Jogos Olímpicos e Campeonato do Mundo”, refere o Sporting numa mensagem divulgada na rede social Facebook.

A antiga atleta, natural de Ílhavo, distrito de Aveiro, morreu devido a doença prolongada, disse à Lusa fonte da Federação Portuguesa de Atletismo.

Teresa Machado começou no Clube dos Galitos de Aveiro, mas foi ao serviço do Sporting que obteve mais êxitos na sua carreira. Esteve nos ‘leões’ entre 1986 e 2003, com um breve interregno para representar a Junta de Freguesia de São Jacinto.

Representou ainda o Operário dos Açores e o FC Porto.

Teresa Machado é ainda a recordista nacional do lançamento do disco, com a marca de 65,40 metros, conseguida em 1998, e foi também recordista nacional do peso durante vários anos.

Ao longo da carreira conquistou 16 títulos nacionais no lançamento do peso e 18 no lançamento do disco, representando Portugal em quatro edições dos Jogos Olímpicos, em Barcelona 1992, Atlanta 1996, Sidney 2000 e Atenas 2004.

Representou também Portugal em Mundiais e Europeus de atletismo.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.