Os triplistas portugueses Nélson Évora e Pedro Pichardo foram hoje a grande desilusão do meeting de atletismo de Bruxelas, ambos com saltos abaixo dos 17 metros e muito distantes dos norte-americanos, que ficaram nas quatro primeiras posições.

O campeão olímpico e do mundo, Christian Taylor, venceu com 17,85, seguindo-se na classificação Will Claye (17,22), Omar Craddock (17,17) e Donald Scott (17,14) - todos os quatro estarão nos Mundiais de Doha2019, apontando para um pódio 100 por cento norte-americano.

Em quinto posicionou-se o azeri Alexis Copello, com 17,02, e só depois os portugueses, com Nelson Évora a parar nos 16,54 e Pedro Pichardo nos 16,32.

O resultado não afeta o seu 'passaporte' para Doha, já que têm de melhor esta época 17,13 e 17,53, respetivamente, quando os mínimos para o triplo foram fixados em 16,95.

O meeting de Bruxelas marcou o final da Liga Diamante, com vitória de Taylor no triplo salto.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.