A Nigéria mantém-se na primeira posição, entre os países africanos, no quadro geral de medalhas dos 14ºs jogos paralímpicos que decorrem em Londres.

No final de cinco dias de competição, os nigerianos ocupam a 13ª posição com 10 medalhas, quatro de ouro, cinco de prata e uma de bronze.

A China é a primeira classificada com 112 medalhas, das quais 46 de ouro, 31 de prata e 35 de bronze.

A Grã-Bretanha está em segundo, com 63 medalhas (19 de ouro, 25 de prata e 19 de bronze). 

A África do Sul é a segunda colocada da tabela entre os africanos com um total de 12 medalhas (duas de ouro, cinco de prata e cinco de bronze), ocupando o 23º lugar na classificação geral. 

A Tunísia, 24ª na tabela geral, ocupa a terceira posição ao nível de África com oito medalhas, duas de ouro, quatro de prata e duas de bronze, seguindo-se o Egito em quarto entre os do continente africano com duas medalhas (uma de ouro e uma de bronze).

Marrocos com duas medalhas de ouro e uma de bronze vem no quinto posto entre os africanos (31º na tabela geral).

O Quénia é o sexto classificado no lote dos representante de África com uma de ouro e uma de bronze (40º colocado no geral), seguindo-se a Argélia, sétimo, com 1 de prata e 6 de bronze (49º no geral) e Namíbia, oitavo, com uma de bronze (53º da tabela classificativa geral).

Entre a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) apenas o Brasil figura na tabela em oitavo com 14 medalhas, sendo 7 de ouro, 4 de prata e 3 de bronze. 

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.