Os atletas Venâncio Chingombe, do Petro de Luanda, e Adelaide Machado, do Interclube, conquistaram segunda-feira, em Caxito, província do Bengo, a 9ª edição da meia maratona "Fuga para a Resistência" em ambas categorias na prova de 21 quilómetros.

Venâncio Chingombe destronou Simão Manuel, do 1º de Agosto, tendo percorrido os 21 quilómetros em 1:10.17, seguido por Tiago Baptista (Interclube), que cronometrou 1:10.51, enquanto Bastos Filipe (Petro de Luanda) posicionou-se em terceiro lugar com o tempo de 1:11.54.

O Interclube dominou a prova na classe feminina, ao conquistar os três primeiros lugares da competição por Adelaide Machado (vencedora das duas últimas edições), com 1:20.58, seguida de Ernestina Paulino (1:21.10) e Luciana Viengo (1:21.54).

A prova dos 21 quilómetros, destinada aos atletas não federados foi ganha por Guerra Cassinda e Maria Bimbi em ambas as classes. Já nos 10 quilómetros (não federados) Mário do Rosário, do município de Nambuangongo, e Zazioza Domingos, do município do Pango Aluquém, conquistaram os lugares da prova.

Nos paralímpicos, a prova dos 21 quilómetros (T55) foi ganha por José António e Melódia Lucas, 10 quilómetros (T11) Júlio Mendes e Anita Ngueve, enquanto na categoria T46 (10 Km) Silvestre Ngula foi o vencedor, secundado por Manuel Jaime e Jaime João.

A prova infantil (três quilómetros) consagrou Hamilton Soquessa e Luzia Leite, enquanto que nos veteranos Teresa Salvador José e José Sobrinho foram os vencedores.

A nona edição da meia maratona “Fuga para a resistência” contou com participação de mais de 1.327 atletas entre federados e amadores, dos quais 386 nos 21 quilómetros, 889 nos 10 km e 52 nos 3 km.

A meia-maratona atlética “Fuga para a Resistência” é organizada pelo Governo Provincial do Bengo em parceria com a Federação Angolana de Atletismo, visando dinamizar a modalidade na província e fazer com que a cidade de Caxito tenha mais visibilidade a nível nacional e internacional.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.