A presidente da câmara de Paris, Anne Hidalgo, alertou hoje o presidente do Comité Olímpico Internacional (COI) sobre os “riscos e consequências” dos Jogos Olímpicos terem como patrocinador a plataforma de aluguer de alojamentos Airbnb.

Numa carta, à qual a agência AFP teve acesso, Anne Hidalgo, diz a Thomas Bach que “ao subtrair uma quantidade significativa de moradias de Paris, o Airbnb é um fator de aumento dos preços dos alugueres, penalizando todos os parisienses, em particular a classe média”.

A autarca de Paris, que está na corrida para a reeleição, está empenhada em obter regras que regem as plataformas de aluguer, admitindo mesmo a possibilidade de as proibir.

O COI e a plataforma de aluguer de alojamentos Airbnb anunciaram uma parceria para os próximos nove anos, que pretende criar um novo padrão de hospedagem, beneficiando cidades-sede, atletas, espetadores e fãs.

De acordo com o organismo olímpico, a parceria, que abrangerá cinco edições de Jogos Olímpicos, “visa promover os objetivos de sustentabilidade do Movimento Olímpico, de acordo com a Agenda Olímpica de 2020, as estratégias futuras a serem desenvolvidas pelo COI, e o objetivo da Airbnb de fomentar um turismo sustentável”.

A parceria, que torna a Airbnb uma das principais patrocinadoras do COI vigorará nos Jogos Olímpicos de Verão Tóquio2020, Paris2024 e Los Angeles2028, e os Jogos Olímpicos de Inverno Pequim2022 e Milão-Cortina2026.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.