Com cancelamentos em 1916 (Berlim), Tóquio (1940) e Londres (1944), por causa da Primeira e Segunda Grandes Guerras, os Jogos Olímpicos de 2020 foram adiados desta feita por outro motivo: A luta contra o surto do coronavírus. Foi mesmo a primeira vez na história que este certame foi prorrogado.

Adiamentos na forma só de forma temporária: Em 1972, a edição de Munique foi temporariamente adiada depois de um ataque terrorista ter vitimado seis treinadores e cinco atletas da equipa israelita. O incidente levou a uma interrupção de 36 horas na competição. Em 1996, em Atalanta, uma bomba no parque de estacionamento olímpico vitimou duas pessoas e feriu outras 12. Como sinal de respeito e de homenagem, as provas pararam 24 horas.

A decisão

Em 1900, Os Jogos decorreram como prolongamento da Feira Mundial, sendo que nem foram equiparados propriamente a uns jogos tradicionais.

Em 1940, os Jogos foram cancelados devido à Segunda Grande Guerra e em que país os Jogos seriam recebidos? Precisamente em Tóquio. 80 anos depois, a 'maldição' voltou a bater à porta e não será em 2020 que o país do sol nascente irá receber os Jogos Olímpicos de verão.

40 anos volvidos, em 1980 houve vários países que acabaram por boicotar a competição, entre os quais os Estados Unidos e o Japão. Vivia-se o tempo da Guerra Fria.

Dos boicotes às alterações de localização

Vários incidentes marcaram a realização dos JO num passado recente. Existiram boicotes em 1976 (Montreal) e em 1984 (Los Angeles). Chegou-se também a alterar a cidade para receber o certame. Em 1904 por vontade do presidente Theodore Roosevelt, com os Jogos a passarem de Chicago para St. Louis. Quatro anos mais tarde, depois da erupção do Vesúvio, a Itália e Roma abdicarem em favor de Londres.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.