O PS, BE e Livre votaram, esta sexta-feira, contra a solidariedade do parlamento para com o Bernardo Silva, jogador que foi condenado devido a ato racista por parte da Federação Inglesa de Futebol.

Socialistas, bloquistas e a deputada do Livre, Joacine Moreira, chumbaram o ponto n.º 2 do voto de repúdio e condenação apresentado pelo CDS-PP "contra o racismo no desporto e de solidariedade para com o atleta da seleção nacional Bernardo Silva".

O PAN absteve-se.

Bernardo Silva foi suspenso por um jogo, após ter sido considerado culpado de conduta imprópria e ofensiva relativamente ao francês Benjamin Mendy.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.