A Federação Portuguesa de Futebol e a cadeia de televisão SIC lançaram uma campanha conjunta de angariação de fundos para ajudar na com na de objetivo de fornecer equipamento hospitalar e de proteção individual à hospitais e IPSS. A Altice é uma das empresas que apoia esta iniciativa.

A campanha arranca esta quarta-feira e decorre até ao dia 25 março e tem como objetivo angariar fundos para ajudar na compra de bens hospitalares e apoio aos profissionais de saúde.

"As principais figuras da Seleção Nacional de futebol e do canal de Carnaxide alinham neste desafio e associam-se à iniciativa. Os portugueses vão vê-los como nunca os viram em situações de um dia-a-dia confinados às suas casas. Serão exemplos a seguir neste momento único que estamos a viver", escreve a FPF em comunicado.

Os portugueses poderão contribuir através do número 761 20 10 20 (1€ + IVA), da conta solidária IBAN PT50 0010 0000 5352 8870 0012 0, ou por MBWAY (opção 'ser solidário' – SIC Esperança) e assim ajudar a recolher recursos para haver mais meios e melhores condições para ajudar a travar a batalha contra o Covid-19.

A SIC Esperança, o braço de responsabilidade social da SIC e do grupo Impresa, encarregar-se-á da gestão dos donativos angariados pelos Unidos por Portugal. Quem quiser saber como as verbas estão a ser aplicadas e qual o material adquirido, é só clicar em https://www.sic.pt/sicesperanca.

Fernando Gomes, presidente da Federação Portuguesa de Futebol, destacou esta iniciativa e sublinhou que é importante "ganhar este jogo que é indiscutivelmente o mais importante das nossas vidas".

"No âmbito das nossas responsabilidades sociais e num momento tão difícil da vida nacional, unimo-nos à SIC e a todo o Portugal para podermos ajudar os profissionais de saúde através de compra material médico. Esta iniciativa permitirá igualmente angariar fundos para ajudar de todas as formas que julgarmos apropriadas aqueles que estão na linha da frente deste combate contra o Covid-19. Temos de ganhar este jogo que é indiscutivelmente o mais importante das nossas vidas", explicou ao site da FPF.

Francisco Pedro Pinto Balsemão, CEO do Grupo Impresa, também sublinhou o caráter solidário desta ação.

"Vivemos tempos de incerteza e de dúvidas. A maratona ainda agora começou e esperam-nos momentos difíceis. Uma das principais prioridades é a de ajudar quem mais nos defende e se expõe para nos proteger no dia-a-dia: os profissionais de saúde. A SIC e a SIC Esperança, pelo papel que desempenham na sociedade portuguesa, têm a obrigação de contribuir para vencer esta batalha contra o Covid-19. Consegui-lo-emos com o apoio, a solidariedade e a coragem de todos os Portugueses. Agradeço à FPF, que abraçou logo o projeto desde que a ideia foi lançada, e a todas as entidades parceiras. Estamos juntos."

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 400 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 18.000 morreram.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Vários países adotaram medidas excecionais, incluindo o regime de quarentena e o encerramento de fronteiras.

Em Portugal, há 33 mortos e 2.362 infetados confirmados. O país encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de quinta-feira e até às 23:59 de 02 de abril.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.