A equipa de sub-19 do FC Porto vai tentar vencer a UEFA Youth League pela primeira vez, num jogo onde medirá forças com os ingleses do Chelsea, equipa que eliminou o Barcelona. De recordar que os londrinos afastaram os jovens 'dragões' da final na época passada, na marcação de grandes penalidades (5-4), após empate a 2-2 no tempo regulamentar.

Esta é a segunda vez que uma equipa portuguesa chega à final da 'Champions' jovem da UEFA, depois de o Benfica ter perdido com o Barcelona em 2013/14 e 2016/17 e com o Salzburgo em 2016/2017.

Mário Silva, treinador dos azuis-e-brancos, acredita na vitória da sua equipa.

"Acredito que vamos ter um oponente muito complicado, mas penso que o mais importante é estarmos a um bom nível. Numa final como esta, em que vão estar duas equipas muito poderosas, sabemos que temos de estar no máximo nível para sairmos vencedores. Sinto os jogadores muito motivados e confiantes para vencer este jogo, que é muito importante para todos nós. Queremos ficar na história de Portugal e é esse o nosso grande objetivo", disse o técnico, na antevisão da partida.

Também Diogo Queirós, central e capitão do FC Porto, só pensa em vencer a prova: "Seria um orgulho enorme se pudesse levantar a minha primeira taça europeia pelo FC Porto e, certamente, darei o meu melhor para concretizar esse objetivo", frisou.

O FC Porto tem na defesa um dos seus pontos fortes já que não sofreu golos nos últimos quatro jogos da UEFA Youth League, numa série que dura há 360 minutos.

No ataque, destaque para Romário Baró (cinco golos) e Fábio Silva, de apenas 16 anos (quatro): os dois marcaram metade dos 18 golos dos jovens dragões na edição da prova esta temporada.

Para este jogo, o FC Porto já vai poder contar com o guarda-redes Diogo Costa, que se juntou à comitiva, depois de ter integrado o plantel principal que jogou na sexta-feira frente ao Rio Ave para a Liga. O jovem guarda-redes dos azuis-e-brancos é o jogador com mais jogos na prova: 26 jogos em quatro edições. Na meia-final frente ao Hoffenheim (vitória por 3-0) o dono da baliza foi Francisco Meixedo, guarda-redes dos sub-19.

Os 'dragões', recorde-se, apenas perderam um jogo nesta sua caminhada rumo a final, precisamente na fase de grupos frente ao Lokomotiv de Moscovo. A equipa tem em Fábio Silva, avançado de 17 anos, uma das principais referências. Os centrais Diogo Queiroz e Diogo Leite também dão garantias, tal como o criativo Romário Baró. Na frente há que destacar ainda o colombiano Angel Torres.

De recordar que na UEFA Youth League não há prolongamento. Se o jogo terminar empatado ao fim dos 90 minutos, irá directamente para o desempate por grandes penalidades. O vencedor receberá o Troféu Lennart Johansson, cujo nome é uma homenagem ao presidente honorário da UEFA.

O encontro está marcado para às 17h00 portuguesas e terá lugar estádio do Centro Desportivo de Colovray, com capacidade para 4000 espectadores (800 lugares sentados).

Assim foram as edições anteriores da UEFA Youth League

2018: Barcelona 3-0 Chelsea (semifinalistas derrotados: Manchester City e FC Porto)
2017: Salzburgo 2-1 Benfica (semifinalistas derrotados: Barcelona e Real Madrid)
2016: Chelsea 2-1 Paris (semifinalistas derrotados: Anderlecht e Real Madrid)
2015: Chelsea 3-2 Shakhtar (semifinalistas derrotados: Anderlecht e Roma)
2014: Barcelona 3-0 Benfica (semifinalistas derrotados: Real Madrid e Schalke)

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.