O FC Porto conquistou esta segunda-feira pela primeira vez a UEFA Youth League depois de bater o Chelsea por 3-1 no estádio do Centro Desportivo de Colovray, em Nyon, na Suiça. Fábio Vieira, Diogo Queirós e Afonso Sousa apontaram os golos dos dragões, enquanto Redan foi o autor do golo inglês.

No final do jogo, o capitão dos dragões, Diogo Queirós admitiu que não estava à espera de marcar um dos golos desta vitória portista. "Não estava à espera que a bola caísse ali, foi com um bocado de sorte à mistura, mas foi muito importante. Deu um novo ânimo e conseguimos controlar melhor o jogo a partir daí", referiu."O Chelsea é uma boa equipa, mas a formação do FC Porto também é muito boa, tem muita qualidade e mostrámos dentro de campo. Mostrámos o que é ser FC Porto e o que vínhamos aqui fazer", afirmou Diogo Queirós.Esta foi a última vez que o defesa central representou o FC Porto nesta competição, visto que já festejou os 20 anos, mas Diogo Queirós mostrou-se satisfeito por terminar em grande. "É um orgulho enorme, uma felicidade que não tem medida. Não é todos os dias que se levanta uma taça pelo FC Porto, era a minha última oportunidade na formação e estou muito feliz por conseguir fazê-lo", admitiu.

"É mais um título na minha carreira, mas não vou ficar por aqui, vou trabalhar todos os dias para alcançar mais títulos", garantiu Diogo Queirós.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.