O Benfica conta 26 títulos conquistados na Taça de Portugal, a última em 2016/17, enquanto o FC Porto soma 17, última em 2010/11. Em nove finais disputadas entre as duas equipas, o Benfica ganhou oito.

Para o encontro desta noite, os treinadores Sérgio Conceição e Nelson Veríssimo apostam nas seguintes equipas iniciais:

Benfica
Equipa inicial: Vlachodimos, André Almeida, Rúben, Jardel e Nuno Tavares; Pizzi, Weigl, Gabriel e Cervi; Chiquinho e Seferovic.,
Suplentes: Svilar, Tomás Tavares, Ferro, Florentino, Taarabt, Rafa, Jota, Dyego Sousa e Vinicius.

FC Porto
Equipa inicial: Diogo Costa; Manafá, Pepe, Mbemba e Alex Telles; Danilo, Uribe e Otávio; Corona, Luis Díaz e Marega.
Suplentes: Marchesín, Diogo Leite, Romário Baró, Aboubakar, Loum, Sérgio Oliveira, Soares, João Mário e Vítor Ferreira.

Em relação à equipa que venceu o dérbi com o Sporting, o treinador Nélson Veríssimo fez sair Tomás Tavares e entrar Nuno Tavares, que falhou o encontro devido a lesão, mantendo os restantes 10 jogadores.

Por seu lado, Sérgio Conceição procedeu a duas alterações em relação à formação que perdeu por 2-1 em Braga, no fecho da I Liga portuguesa de futebol, num ‘onze’ no qual se mantiveram Uribe e Luis Díaz, ambos recuperados de lesões.

As novidades são os regressos de Mbemba e Marega, que tinham falhado o jogo na ‘pedreira’ devido a lesão e castigo, respetivamente. Saem Diogo Leite e Soares, ambos relegados para o banco dos suplentes.

Além destes dois jogadores, são também suplentes nos ‘azuis e brancos’ Marchesín, Loum, Romário Baró, Sérgio Oliveira, João Mário, Vítor Ferreira e Aboubakar.

No lado dos ‘encarnados’, ficam no banco Svilar, Tomás Tavares, Ferro, Florentino, Taarabt, Rafa, Jota, Dyego Sousa e Vinícius, o melhor marcador da edição 2019/20 da I Liga.

Acompanhe o jogo ao minuto no SAPO Desporto.

Ainda se lembra da última vez que FC Porto e Benfica se encontraram na final da Taça? Estávamos em período pré-Euro, e em 2004 o país já estava com a febre do Campeonato da Europa que se ia realizar nesse verão. Mas antes havia uma final da Taça de Portugal para abrir o apetite.

Esta será a primeira vez que Coimbra vai receber uma final da Taça de Portugal, e a primeira vez desde 1982/83 que a final da prova rainha não acontece no Estádio do Jamor. Aliás, desde que a final da Taça chegou ao Jamor na época de 45/4, houve cinco finais da competição que se jogaram noutros recinto, nomeadamente na casa de um dos finalistas. E são esses jogos que passamos a recordar.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai entregar o troféu ao vencedor da Taça de Portugal em futebol.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.