Fábio Silva fez história ao tornar-se no mais jovem de sempre a marcar pelo FC Porto. O avançado de 17 anos apontou o quinto golo dos 'dragões' na goleada ao Coimbrões, equipa do Campeonato de Portugal. Luis Diaz (2), Mbemba e Soares fizeram os outros tentos que colocam o FC Porto na próxima ronda da Taça de Portugal. A equipa de Gaia foi uma presa fácil num Dragão que ameaçou golear com números históricos, quando já vencia por 3-0 aos 12 minutos.

Veja as melhores imagens do encontro

Qualquer que fosse a estratégia do Coimbrões em Pedroso, ela ficou desfeita em dois minutos, com os golos de Luis Diaz e Soares, aos seis e sete minutos, respetivamente: o primeiro, após bom trabalho na área do colombiano; o segundo, do brasileiro, após boa assistência de Otávio, a tirar partido de uma perda de bola do Coimbrões.

E quando Mbemba fez o 3-0 aos 12 minutos, a questão passou a ser numérica: com tantas facilidades, quantos iria marcar o FC Porto? O aviso de que os 'dragões' iam encarar este jogo com muita seriedade tinha sido dado por Soares e Otávio logo no segundo minuto, mas duas defesas fantásticas do guarda-redes Fábio Mesquita adiaram o anunciado golo.

A facilidade com que o FC Porto marcava e criava lances de perigo podia levar os mais desatentos a pensar que os 'dragões' jogavam com a equipa habitual. Puro engano. Do onze do último jogo (derrota na Holanda com o PSV), apenas restaram Otávio e Luiz Diaz. Numa semana em que Sérgio Conceição trabalhou sem vários internacionais, que estiveram ao serviço das respetivas seleções, o técnico azul-e-branco aproveitou este jogo para lançar Diogo Costa, Saravia, Diogo Leite, o capitão esta noite, Loum, Bruno Costa e Fábio Silva a titulares.

As fragilidades da equipa que ocupa o 10.º lugar da Série B do Campeonato de Portugal (sete pontos do líder Lourosa) eram evidentes: muitas perdas de bola em zona de construção, fragilidades gritantes na ligação entre os médios e os avançados e demasiado respeito em relação ao FC Porto. A equipa gaiense, que eliminou o Régua (4-1) e Prado (3-1) nas primeiras rondas da Taça, vinha de duas derrotas no seu campeonato, pelo que o momento não eram melhor. O facto de também jogar num estádio que não é seu (o encontro decorreu no Estádio Jorge Sampaio em Pedroso, 'casa' do... FC Porto B), não ajudou a equipa gaiense.

Antes do descanso, destaque para um corte providencial de Portela, a tirar em cima da linha de golo um remate de Manafá, após boa intervenção do guarda-redes Fábio Mesquita.

A verdade é que após o intervalo, o Coimbrões voltou com uma outra atitude, defendendo de forma mais agressiva e organizada, com mais intensidade sobre o portador da bola, embora continuasse com as dificuldades na saída para o ataque. Só aos 61 minutos conseguiu finalmente criar uma jogada de perigo, numa arrancada de Alex Tank pelo lado direito, a passar por Mbemba mas, no momento certo, Bruno Costa apareceu a cortar para canto.

Conceição aproveitou para lançar Romário Baró, Sérgio Oliveira e Aboubakar, três jogadores que têm passado por problemas físicos. O médio internacional português não jogava há dois meses, o camaronês fez quatro minutos no jogo em casa com o Krasnodar para a Liga dos Campeões, a 13 de agosto, naquela que era a sua última aparição na equipa. Pelo meio, fez um jogo pela formação B do FC Porto.

Apesar das melhorias do Coimbrões, era o FC Porto quem criava perigo. Luis Diaz, um dos melhores da noite, bisou aos 68 minutos: lançado por Soares, o colombiano contornou o guarda-redes e fez o 4-0. Saiu logo a seguir para dar o lugar a Sérgio Oliveira.

Aos 81 minutos, chegou o golo mais desejado da noite, o de Fábio Silva: o avançado de 17 anos aproveitou uma defesa incompleta de Mesquita, após remate de Diogo Leite, para fazer o 5-0. Foi um golo histórico, que transformou Fábio Silva no mais jovem de sempre a marcar pelo FC Porto, ele que já ostentava os 'títulos' de mais jovem de sempre a jogar pelo FC Porto nas provas da UEFA e o mais jovem de sempre a ser titular no FC Porto em jogos oficiais.

Até ao final, os 'dragões' geriram o resultado, que os coloca na 4.ª eliminatória da Taça de Portugal. Mesmo mexendo muito na equipa, Conceição viu os seus jogadores a darem uma boa resposta e a seguir em frente numa prova que já não conta com o Sporting, afastado pelo Alverca, equipa do Campeonato de Portugal. Aves, Tondela, Vitória de Guimarães e Portimonense, todos da Primeira Liga, também foram eliminados por equipas de escalões inferiores.

Veja o resumo do jogo

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.