Com a chegada das taças ao calendário das equipas, Sérgio Conceição deverá aproveitar estes compromissos para rodar a equipa e fazer alinhar jogadores que até agora têm poucos ou nenhuns minutos na equipa principal do FC Porto.

Um deles deverá ser Diogo Costa. O jovem guarda-redes subiu na hierarquia dos defensores da baliza ‘azul-e-branca’ depois de, durante a pré-época, ter demonstrado uma evolução e ter convencido Conceição de que estaria preparado para assumir a baliza assim que necessário.

A performance do português deu mesmo ordem de saída a Vaná, que seguiu emprestado para o Famalicão, diminuindo a lista de concorrentes pela posição.

Devido a uma luxação num dedo da mão direita, no início da temporada, viu a oportunidade da titularidade escapar-lhe para o recém-chegado Marchesin, que entretanto deu provas da sua capacidade e é o titular indiscutível dos ‘dragões’. Uma oportunidade já não lhe deverá escapar esta quarta-feira, no jogo da Taça da Liga frente ao Santa Clara.

Vencedor da Youth League na última época, o jovem guarda-redes deverá tornar-se no terceiro mais jovem a defender a baliza do FC Porto.

Com 20 anos e uma semana, Diogo Costa, estreando-se no próximo jogo, só será ultrapassado por Rui Teixeira em 1961/1962 (19 anos, um mês e 29 dias) e pela lenda Vítor Baía em 1998/1989 (18 anos, dez meses e 28 dias).

O confronto com os açorianos poderá ser o primeiro teste e a primeira oportunidade de Costa mostrar serviço a Sérgio Conceição e provar que a confiança depositada em si não foi em vão.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.