A Liga italiana de futebol confirmou esta quinta-feira que o jogo entre a Juventus e o Inter de Milão, agendado para domingo, bem como outras quatro partidas do campeonato, vão ser disputados à porta fechada, devido ao coronavírus Covid-19.

Entre os cinco jogos da 26.ª ronda da prova que vão ser disputados sem público nas bancadas está o embate entre a líder Juventus, do internacional português Cristiano Ronaldo, e o Inter de Milão, que é terceiro colocado, marcado para domingo.

As outras partidas em questão são Udinese-Fiorentina, Milan-Genova, Parma-Spal e Sassuolo-Brescia.

Esta decisão da Liga italiana vem confirmar o anúncio efetuado pelo Governo, na segunda-feira, de realizar jogos à porta fechada em seis regiões do norte do país.

As seis regiões em questão são a Lombardia, Veneto e Piamonte, as três mais afetadas pelo coronavírus, mas também Friuli Venezia Giulia, Liguria e Emilia Romagna.

Nestas seis regiões, todas as competições desportivas com público tinham sido proibidas até domingo à noite, como parte da luta contra a propagação do Covid-19, que já causou 14 mortos em Itália.

Na ‘Serie B’, segundo escalão do futebol italiano, quatro jogos também vão ser disputados no fim de semana sem público, tal como aconteceu hoje na partida entre o Inter de Milão e o Ludogorets, a contar para a Liga Europa.

O balanço provisório da epidemia do Covid-19 é de mais de 2.800 mortos e mais de 82 mil pessoas infetadas, de acordo com dados reportados por cerca de 50 países e territórios.

Das pessoas infetadas, mais de 33 mil recuperaram.

Além de 2.744 mortos na China, onde o surto começou no final do ano passado, há registo de vítimas mortais no Irão, Coreia do Sul, Itália, Japão, Filipinas, França, Hong Kong e Taiwan.

A Organização Mundial de Saúde declarou o surto do Covid-19 como uma emergência de saúde pública de âmbito internacional e alertou para uma eventual pandemia, após um aumento repentino de casos em Itália, Coreia do Sul e Irão nos últimos dias.

Portugal teve, nas últimas 24 horas, 27 novos casos suspeitos de infeção pelo novo coronavírus, totalizando 52 até hoje, dos quais 16 se encontram a aguardar resultados laboratoriais, indicou a Direção-Geral da Saúde.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.