O Nápoles recuperou hoje a liderança isolada da Liga italiana de futebol, à 17.ª jornada, após triunfo 3-1 na visita ao Torino, horas depois do Inter perder, em casa, pelos mesmos 3-1 com a Udinese.

O inesperado tropeção do Inter, que comandava sem companhia até sofrer a primeira derrota da época, despertou os napolitanos para triunfo convincente na visita ao Torino, deixando a equipa com 42 pontos, contra os 40 dos ‘nerazzurri’ e 38 da hexacampeã Juventus, que domingo visita o Bolonha.

Com Mário Rui a titular na lateral-esquerda, o Nápoles impôs-se com tentos na primeira parte, o primeiro do defesa senegalês Kalidou Koulibaly (04 minutos), cabeceando na pequena área na sequência de canto.

O extremo polaco Piotr Zielinski (25), em contra-ataque no qual surgiu isolado, e o médio ofensivo eslovaco Marek Hamšík (30), a concluir um lance mais elaborado, desenhavam o 3-0 com meia hora de jogo, de nada valendo a resposta protagonizada pelo avançado Belotti (63).

Horas antes, um erro defensivo do Inter permitiu a Kevin Lasagna colocar a Udinese em vantagem no Giuseppe Meazza, aos 14 minutos, mas Mauro Icardi repôs a igualdade aos 16, fixando o resultado ao intervalo, numa partida em que o Inter não contou com João Mário, que tem estado doente, e em que João Cancelo ficou no banco.

Na segunda parte, a equipa de Massimo Oddo voltou à vantagem, aos 61 minutos, graças a uma grande penalidade transformada por Rodrigo De Paul, e confirmou o triunfo, aos 77, com um golo de Antonin Barak, impondo a primeira derrota do Inter desde o desaire com o Sassuolo (2-1) na época passada, a 14 de maio.

Com três vitórias consecutivas no campeonato, a Udinese segue provisoriamente no 11.º posto, com 21 pontos.

Hoje disputa-se ainda o Roma–Cagliari, com os anfitriões a seguirem isolados no quarto lugar, com 35 pontos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.