O dono do Brescia, Massimo Cellino, concedeu uma entrevista ao 'Corriere dello Sport' onde de mostra contra o regresso do campeonato e, emocionado, lamenta que os italianos ainda pensem no futebol.

"O campeonato acabou. O Lotito [presidente da Lazio] quer o campeonato? Fique com ele. Isto é a peste, a temporada acaba aqui. Vamos pensar na próxima", começou por dizer.

Cellino referiu ainda que "uma coisa são os números oficiais, outra é a real dimensão do problema. Se isto tivesse acontecido noutro lugar, teria eclodido uma revolução. As pessoas têm apenas um desejo, que é voltar ao trabalho, começar a viver novamente. E você quer falar sobre o campeonato? Nem quero saber. Tenho medo de sair de casa".

"Há muito, muito mais. Não se pensa em quando começar de novo, mas sim em sobreviver. E se falamos de futebol, tudo precisa ser mudado para a próxima temporada. Realismo, senhores. Isto é a peste. A vida primeiro. A vida! Há ultras que levam oxigénio aos hospitais, outros que choram seus mortos, outros que estão entubados... Não se pode jogar mais esta época. Pense-se na próxima", apela o dono do Brescia.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 271 mil pessoas em todo o mundo, das quais pelo menos 11.401 morreram.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se já por 164 países e territórios, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

O continente europeu é aquele onde está a surgir atualmente o maior número de casos, com a Itália a ser o país do mundo com maior número de vítimas mortais, com 4.032 mortos em 47.021 casos. Segundo as autoridades italianas, 5.129 dos infetados já estão curados.

Vários países adotaram medidas excecionais, incluindo o regime de quarentena e o encerramento de fronteiras.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.