Rui Alves, presidente do Nacional, atual líder da Segunda Liga, defendeu em entrevista à RTP Madeira que os campeonatos profissionais devem ser homologados segundo as classificações atuais.

"Os regulamentos da Liga não preveem esta situação de exceção e, neste quadro de exceção, é preciso salvaguardar qualquer injustiça. É homologar pela classificação atual. Não há outra saída", destacou o dirigente, defendendo que "de todas, esta seria a decisão que mais se aproxima da justiça desportiva".

«É preciso aguardar por uma decisão uniforme da UEFA, que tomará uma decisão sobre o caminho a seguir. Confio que esse deve ser o caminho, em Portugal tenho receio que não", atirou Rui Alves, considerando que esta solução seria mais fácil de executar "se o Benfica estivesse em primeiro" na I Liga.

"Se o Benfica estivesse em primeiro, estaria mais tranquilo. Toda a gente sabe o que acontece quando os interesses do Benfica estão em causa. Se estivesse em primeiro, certamente a decisão sobre a homologação dos resultados seria muito mais fácil", observou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.