Três golos de Luís Aurélio ofereceram o triunfo ao Tondela na visita ao terreno do Sporting de Braga B, em jogo da 26.ª jornada da II Liga portuguesa de futebol.
O médio do Tondela protagonizou a entrada “mortífera” da formação comandada por Vítor Paneira, com golos aos cinco e 10 minutos, que ditaram a história do encontro, antes de Luís Aurélio voltar a marcar, a 18 minutos do fim.
Com esta vitória, a equipa beirã soma 41 pontos e está a quatro da terceira posição ocupada pelo Arouca, mantendo-se próxima da zona de subida à I Liga. Já o Braga B continua na 19.ª posição da II Liga, com 23 pontos.
Dois golos fabricados por Backar Baldé e Luís Aurélio deram ao Tondela uma vantagem confortável, logo nos primeiros dez minutos.
No primeiro, o avançado guineense ganhou espaço na esquerda e cruzou para o “coração” da área, onde Luís Aurélio se antecipou a Palmeira e desviou subtilmente a bola, que ainda tabelou no poste antes de entrar na baliza.
Aos 10 minutos, a formação beirã faz o segundo golo, num lance semelhante ao primeiro. Ao cruzamento de Backar Baldé, no flanco esquerdo, Luís Aurélio respondeu, desta vez, com um cabeceamento indefensável para Cristiano.
Os "arsenalistas" procuraram reagir à desvantagem, mas quase sempre o fizeram com pouco discernimento. Apenas estiveram perto do golo aos 25 minutos, quando Mauro, após lance de insistência do ataque bracarense, rematou, em zona frontal, para defesa difícil de Cláudio Ramos.
No reatamento do jogo, o Braga B apareceu com mais posse de bola, mas raras vezes incomodou Cláudio Ramos. O remate à barra de Nuno Valente (62 minutos) foi o lance mais perigoso protagonizado pela equipa da casa.
Sem deslumbrar, os comandados de Vítor Paneira geriram tranquilamente o jogo, e Luís Aurélio ainda teve tempo para fazer o "hat-trick", num remate de primeira que entrou junto ao poste esquerdo da baliza de Cristiano (72 minutos).
Após o terceiro golo da turma beirã, os bracarenses ainda dispuseram de dois lances para alcançar o "tento de honra", por Emídio Rafael, de livre (79 minutos), e por Pica, que quase fez autogolo (82).

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.