O Vitória de Setúbal considera natural a decisão do Conselho de Justiça (CJ) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) que confirmou hoje a inscrição do clube na I Liga, não dando provimento ao recurso apresentado pelo Desportivo de Chaves.

"Foi com total naturalidade que o Vitória FC recebeu a notícia da decisão do Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol relativa ao recurso apresentado pelo Chaves, que confirmou a legalidade na inscrição do nosso clube na Primeira Liga 2019/20", lê-se no documento emitido na página oficial do clube.

Em causa estava um recurso apresentado pelo Desportivo de Chaves, 16.º classificado do último campeonato e primeiro despromovido à II Liga, alegando que o processo de inscrição da formação setubalense não estava em conformidade, relativamente aos pressupostos financeiros, e que foi hoje considerado improcedente.

"A decisão hoje revelada reconheceu a completa falta de fundamento do recurso. Apresentámos a nossa defesa com plena confiança na razão que desde sempre sabíamos ter e que veio agora a ser comprovada na decisão tomada, fazendo-se assim justiça", refere o comunicado do conjunto setubalense.

A finalizar, o Vitória de Setúbal, sem especificar as medidas a adotar, não exclui uma tomada de posição mais assertiva para defender o clube.

"O Vitória FC saberá retirar todas as devidas consequências deste processo e não deixará de utilizar todos os meios ao seu dispor para a defesa intransigente dos seus interesses e do bom nome da nossa instituição", afirmam.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.