Na conferência de imprensa após o dérbi frente ao Sporting, para a 17.ª jornada da I Liga 2019/2020, Bruno Lage explicou a saída de Gedson do ponto de vista técnico-tático. O treinador aproveitou para fazer um análise aos 19 pontos de vantagem que o Benfica tem em relação ao Sporting, quando já se jogou metade do campeonato.

Rafa foi na sexta-feira suplente ‘de luxo’ do Benfica, ao decidir o dérbi diante do rival Sporting, na 17.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, que colocou as ‘águias’ com sete pontos de vantagem na liderança.

Em campo desde os 74 minutos, quando entrou para o lugar de Chiquinho, Rafa, qual ‘arma secreta’, apontou os tentos da vitória ‘encarnada’ aos 80 e 90+9 minutos e provocou a continuação da série negativa do Sporting em encontros com o ‘eterno’ rival, aumentando para oito os jogos consecutivos sem conseguir triunfar no seu reduto (quatro empates e quatro derrotas).

O Benfica aproveitou o deslize do FC Porto (derrota por 2-1 com o Sporting de Braga), para aumentar para sete a diferença pontual para o principal perseguidor, com 48 pontos. O Sporting, a 19 pontos do líder, quando apenas se disputou metade do campeonato, mantém o quarto posto, com 29 pontos, a um do Famalicão, que se pode distanciar no domingo.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.